Propaganda eleitoral gratuita, já foi bem pior

Em 2014 teremos eleições no Brasil e com elas a desgastante propaganda eleitoral. A chateação vem aí, mas acredite, já foi bem pior.
Na época do regime militar o ministro da Justiça Armando Falcão criou a Lei nº 6.349, de 1º de julho de 1976, que acabou apelidada de Lei Falcão.
Esta lei deu uma nova redação ao art. 250 do Código Eleitoral, determinando que, na propaganda eleitoral, os partidos se limitassem a mencionar a legenda, o currículo e o número do registro do candidato na Justiça Eleitoral. Podiam também divulgar a fotografia do candidato e informar o horário e o local dos comícios. ARENA e MDB eram os únicos partidos na época.
Achei este vídeo, que vai fazer você se lembrar e com certeza desligar após alguns segundos.

2 thoughts on “Propaganda eleitoral gratuita, já foi bem pior

  1. Que bom que Deus criou a TV a cabo para esses momentos difíceis, pena que o homem inventou as reprises.

    • Marcelo 2014 está batendo na nossa porta. Vamos ver o que a propaganda eleitoral gratuita, que todos nós brasileiros pagamos, nos reserva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>