O inesquecível presidente do Corinthians – Vicente Matheus

Os corinthianos de tenra idade devem ter ouvido falar dele, mas quem não viveu a era Vicente Matheus perdeu as melhores histórias do futebol. Vicente Matheus foi um empresário do ramo de construção e mineração, mas acima de tudo foi o maior corinthiano que já existiu. Nasceu na Espanha em 1908 e faleceu em São Paulo em 1997.
Ele aparece neste programa de Cacá Rosset e Lucinha Lins (1988) na extinta TV Manchete, o Cadeira de Barbeiro, mas antes de ver o vídeo relembre algumas da frases atribuidas a ele.

- Um jogo só acaba quando termina
- O maior general da França é o General Eletric
- Espero que os corinthianos compareçam para naufragar nas urnas o meu nome
- Esse é um resultado que agradou gregos e napolitanos
- Minha gestação foi a melhor que o Corinthians já teve
- Tive uma infantilidade muito difícil
- Jogador tem que ser completo como o pato, que é um bicho aquático e gramático
- Haja o que hajar, o Corinthians vai ser campeão
- Quem está na chuva é para se queimar
- O nosso mais novo reforço para compor a zaga é o Quero-Quero. (falando à imprensa sobre a contratação do lateral Biro-Biro)
- O difícil, vocês sabem, não é fácil
e a minha favorita: O Sócrates é INEGOCIÁVEL, INVENDÁVEL E IMPRESTÁVEL

Reparem que na entrevista Vicente Matheus garantia que o estádio do Corinthians iria sair e que teria 200000, isso mesmo, duzentos mil lugares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>